Como profissionais felizes podem impactar nas vendas do meu negócio?

A felicidade pode ser obtida através de diferentes fontes: relacionamentos, uma visão de mundo clara e, talvez, um propósito de vida bem definido. O fato é que esse estado emocional influencia os níveis de disposição, proatividade e iniciativa de uma pessoa.

Um salário satisfatório e um clima organizacional agradável, sozinhos, não são suficientes para criar um ambiente que incentive a produtividade. É necessário incluir nessa equação fatores mais subjetivos como as emoções.

Logo, não é surpresa que a felicidade no trabalho esteja relacionada a níveis mais elevados de produtividade. O vínculo entre felicidade e produtividade se torna ainda mais significativo em trabalhos em envolvem o contato com o público, como atendimento ao cliente e vendas.

Saiba, a seguir, porque os profissionais mais felizes são melhores vendedores e o que a ciência tem a dizer sobre a relação entre felicidade e produtividade. Vamos lá!

A felicidade pode ser uma vantagem profissional?

Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de Warwick apontou que profissionais mais felizes são 12% mais produtivos. A felicidade surge como fator motivador significativo no ambiente profissional e torna os trabalhadores mais engajados em suas atividades.

Portanto, a felicidade no ambiente profissional pode representar uma vantagem competitiva tanto para o colaborador quanto para a organização.

Em nível individual, o estado emocional que a felicidade proporciona faz com que o profissional se torne mais criativo e melhor como solucionador de problemas. Além disso, a predisposição para a cooperação e o trabalho em equipe também aumentam.

Já em nível organizacional, o mesmo estudo evidencia que as empresas que levam a sério o fator felicidade e fazem investimentos para aumentar o bem-estar dos seus funcionários se beneficiam com o aumento dos níveis de satisfação e produtividade, o que traz maiores lucros.

Por que profissionais felizes vendem mais?

A felicidade aumenta a produtividade independente da área de atuação profissional. Contudo, a relação entre esses dois aspectos se torna ainda mais significativa na área de vendas.

Um estudo desenvolvido pela Social Market Foundation indicou que os profissionais com níveis mais elevados de felicidade conseguiam aumentar as vendas em até 37%.

A felicidade no trabalho na área de vendas se reflete no modo como o atendimento ao cliente é realizado e no engajamento em ajudar outras pessoas a encontrarem o que procuram e resolverem seus problemas.

Todos nós já vivenciamos experiências positivas e negativas com vendedores. Assim, não é difícil admitir que um profissional atencioso, simpático e sorridente nos torna mais dispostos a comprar e consumir bens e serviços que não tínhamos, inicialmente, a intenção de obter.

Por fim, vale chamar atenção para os ganhos indiretos que os investimentos em felicidade no ambiente de trabalho trazem: profissionais satisfeitos acabam por promover a organização em que trabalham.

Essa postura de apreciação não apenas contribui para aumentar o lucro da empresa, como também para atrair talentos em proporção cada vez maior.

Agora que você já sabe qual é a relação entre felicidade e produtividade, acesse aqui para entender melhor como a felicidade pode aumentar as suas vendas e se converter em lucro para o seu negócio?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *